Inspirações

5 dicas para instalar o papel de parede

Arquiteta Pati Cillo tira dúvidas sobre esta forte tendência de decoração na sala de jantar

 

Quem foi que disse que só uma nova pintura é capaz de renovar a cara da sala de jantar? Os papéis de parede são ainda mais versáteis, por trazerem milhares de opções de estampas, e são uma ótima alternativa para renovar a casa, inclusive com efeitos tridimensionais.

Mas, na hora de escolher o modelo, algumas dúvidas acabam surgindo: onde ele pode ser aplicado? Qual cola usar? Quantos metros comprar? Pensando nisso, a arquiteta Pati Cillo responde às principais dúvidas para uma aplicação sem erros.

  1. Como a parede deve ser preparada para receber o material?

É essencial que a parede esteja completamente lisa e com uma demão de tinta para que o acabamento fique perfeito. “É bom lembrar que, se o papel for claro, é fundamental que a parede seja pintada com uma cor clara. Dessa forma, não corremos o risco de a estampa do papel de parede ser alterada”, explica Pati.

  1. Como escolher o tipo certo de material do papel de parede?

A arquiteta indica que para um efeito mais sofisticado, é preferível os papéis com tecido ou palha (seda, veludo, flocado). Apesar de não terem tanta resistência, o resultado sempre agrada a todos.

  1. Como é feito o cálculo da metragem?

Para fazer o cálculo, o modelo do papel deve ser observado. É necessário que se tenha a medida certa de largura e altura, não apenas os metros quadrados. Se o papel de parede for estampado, a profissional sempre aconselha calcular de 10% a 20% a mais de material, pois será preciso acertar a emendas dos desenhos. “Quando o papel é liso, o aproveitamento é sempre maior”, lembra a especialista.

  1. Para a conservação e limpeza, o que é indicado?

O ideal é sempre limpar a seco com um pano limpo, aspirador de pó e espanador. É essencial que nunca use produtos abrasivos.

  1. Qual a técnica para retirar? E se acontecer um rasgo, é possível arrumar?

Para retirar, vale borrifar água no papel de parede e, com a ajuda de uma espátula, realizar a retirada por partes. “Se rasgar, o melhor é trocar toda a faixa, porque o papel ficará marcado”, explica Pati.

 

Leia também: Nova coleção de oratórios assinada por Enzo Sobocinski

 

Leia também: Primavera promete movimentar shoppings pelo Brasil

 

Fonte: Primeira Página

Redes Sociais